5º Congresso Paranaense de Saúde Pública/Coletiva Online: Participação do CISVIR

 

 

Nos dias 15 e 16 de Julho foi realizado em formato virtual o 5º Congresso Paranaense de Saúde Pública/Coletiva, exposição esta que contou com a participação de trabalhos inscritos pelo  ambulatório de saúde mental do CISVIR/COMSUS, CAPS 1 de Cambira e equipe de supervisão técnica dos CAPS da região do Vale do Ivaí. A programação contou também com conferências, mesas-redondas, painéis interativos e mini-cursos, proporcionando a qualificação dos participantes no aprimoramento e efetivação de estratégias de saúde no Paraná..

A equipe ambulatorial de Saúde Mental elaborou o trabalho “A estratégia do matriciamento como fortalecimento de cuidados compartilhados entre o Ambulatório de Saúde Mental do CISVIR e a Atenção Primária de Apucarana/PR”, de autoria do psicólogo Wesley Vinicius da Silva, demonstrando o matriciamento como uma das competências fundamentais dos centros de atenção especializada e imprescindível para a formação e otimização das equipes em ambos níveis de atenção. O CAPS 1 de Cambira, gerenciado pelo consórcio, apresentou “A realização do Grupo de Inserção como estratégia de trabalho no CAPS 1 de Cambira/PR”, produto de atividades terapêuticas grupais focadas na escuta ativa dos pacientes com  intervenções verbais e atividades reflexivas como propulsoras da prática, também concretizado pelo psicólogo Wesley. A equipe de supervisão técnica dos CAPS, formada pelas enfermeiras especialistas em saúde mental do consórcio Lilian Pereira Domingues e Arianne Cristina da Silva, expôs “Educação Permanente: um relato de experiência no CAPS – Centro de atenção psicossocial I Intermunicipal em Marilândia do Sul”, validando a importância da supervisão para o manejo dos acessantes do serviço, assim como o diagnóstico situacional da rotina dos trabalhadores que compõem os CAPS.

A participação das equipes do CISVIR em espaços científicos constituem um dos eixos fundamentais no aprimoramento de competências profissionais, pois preconizam um modelo de atenção qualificado, desenvolvendo práticas de trabalho que incidem na excelência do atendimento aos acessantes dos serviços.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *